SEI NÃO...

Estou relutante... Não sei se tomo banho ou se não...

É que... Se tomar banho perco o teu cheiro... Esse cheiro maravilhoso que desde ontem teimosamente não me larga (ainda bem!).

Sinto-te por todo o lado, na ponta dos meus dedos, na minha cara, no ar...

Tenho medo de, ao perder o teu cheiro, perder as recordações da mais maravilhosa noite que me proporcionaste desde que estamos juntos...

Porque tinhas que acabar? Porquê?

Estarás sempre comigo.

Sim! Tu, António Banderas Black - Perfume.

QUERIA.

Quero dizer, mas não sei como.

Talvez, começando pelo princípio. Dizendo que queria transferir para mim o teu sofrimento, para que, dentro do pouco que posso fazer, aliviar-te e assim evitar que passes por esta privação.

Queria, como se possível fosse, tirar-te deste horror e enfrenta-lo eu por ti, colocando-te dentro de mim, protegendo-te. Chorava, berrava, esperneava e no fim consolava-me, acarinhava-me e quando estivesses pronta, "paria-te".

Mas só posso torcer por ti, chorar contigo, mesmo não estando tu comigo. Manterei viva a tua imagem no meu pensamento, pois assim acredito que estou a dar-te forças e a ajudar-te a suportar.

Queria dizer e, se calhar, já disse.

Olha - numa pequena frase: CONTA COMIGO.